POEMA

Tu escolhes o lugar da ferida
em que dizemos o nosso silêncio.
Tu fazes da minha vida
esta cerimónia demasiado pura.

Alejandra Pizarnik

Sem comentários:

Publicar um comentário