A MULHER DO PESCADOR

Quando estou sozinha,
O vento a bater nos pinheiros
É como o bater das ondas
Contra as tábuas de um barco.

Amy Lowell

(trad. Miguel Martins,
Telhados de Vidro  nº14, Averno,
Setembro de 2010)

Sem comentários:

Publicar um comentário