...da maneira como hoje se julga que dê prazer estar vivo...
Se Numa Noite de Inverno um Viajante,
Italo Calvino

Sem comentários:

Publicar um comentário