Doer a transparência do sossego:
terna agonia em que nos dissipamos,
entre os destroços de uma construção
teórica. Doer em pensamento
este sossego que na transparência
desmonta o aparelho: imagem tida,
repente breve, ou só memória já.
Vai ser difícil continuarmos vivos,
pensa, como eu, que assim será, difícil,
antes que os deuses nos prometam tudo.
LUÍS ADRIANO CARLOS
Invenção do Problema, Quasi, Vila Nova de Famalicão, 2006

Sem comentários:

Publicar um comentário